Acusados de matar homem após suposto estupro de criança vão a júri em São Gonçalo do Sapucaí, MG

Acusados de matar um homem por causa de um suposto estupro a uma criança em São Gonçalo do Sapucaí (MG) são julgados nesta quinta-feira (18). O caso aconteceu no dia 3 de junho de 2019. Ao todo, oito pessoas foram denunciadas pelo crime.

O corpo de Moisés Nicolau, de 20 anos, suspeito de estuprar a enteada de 4 anos, foi encontrado em uma cova rasa na região do Surubi, em São Gonçalo do Sapucaí. O homem estava desaparecido desde o dia 7 de maio.

Conforme a polícia, o homem sumiu depois que moradores do bairro o acusaram de estupro. No boletim de ocorrência, consta que uma vizinha teria visto o rapaz vestir roupas na criança. Na época, a família disse que ele foi espancado até a morte por vários moradores.

Segundo a Polícia Civil, a menina fez exames no Instituto Médico Legal de Pouso Alegre e o resultado foi negativo para estupro. O exame só saiu depois que o jovem já tinha sido assassinado.

O julgamento do caso começou na manhã desta quinta-feira (18) na Câmara Municipal de São Gonçalo do Sapucaí. Ao todo, oito pessoas foram denunciadas pelo crime. Testemunhas também serão ouvidas.

O Ministério Público acredita que a morte tenha acontecido após os acusados decidirem fazer justiça com as próprias mãos. Já a defesa de um dos réus acredita na inocência do acusado e que os laudos diferem da opinião das testemunhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faça seu pedido