PM do Meio Ambiente prende dois suspeitos de caça com arma de fogo, munições na região do Quilombo

A Polícia Militar do Meio Ambiente de Varginha, prendeu na manhã desta sexta-feira (05), dois homens de 49 e  69 anos, por suspeita de porte ilegal de arma de fogo, após denúncias ambientais, na região do Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário, em Três Pontas.

As denúncias apontavam que os suspeitos estariam praticando a caça ilegal na região. Os mandados expedidos pela justiça foram cumpridos no início da manhã e foram encontrados em duas propriedades rurais, armas, munições, armas de fogo, materiais de caça e até carnes.

Em um dos imóveis foram encontrados três espingardas calibres 20, 28 e 32. No outro local, havia uma arma calibre 12, uma balestra, mais de 200 munições entre intactas e deflagradas, armadilhas e carnes de animais abatidos.

A Polícia do Meio Ambiente registrou a ocorrência de posse ilegal de arma de fogo e caberá a Polícia Civil investigar a prática de caça ilegal. A Polícia já tinha informações da participação deles na caça de animais, relacionadas a um grupo de caçadores da região.

Ambos foram presos em encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Três Pontas. Os dois foram presos e responderão por posse irregular de armas e munições. O outro irá também responder pelo crime de caça (artigo 29 da lei 9.605).

As carnes que indicam ser de animal silvestre (capivara e paca) passaram por avaliação. Elas serão descartadas, uma vez que o animal abatido pode pode ter alguma doença e não há certificado para destinação para consumo humano.

A PM reforça que todas as denúncias são apuradas. As guarnições fiscalizam e verificar todas as informações que são repassadas e podem inclusive serem feitas de forma anônima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faça seu pedido