Prefeitura tem autorização da Câmara, para asfaltar entrada da creche no Complexo Randal Diniz

A volta da Expocafé de forma presencial, a visita do deputado federal Diego Andrade, acompanhado do senador da República Alexandre Silveira, o anúncio de mais recursos ao município no valor de R$4,6 milhões para o término do asfaltamento da estrada do Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário, a entrega das máquinas para o Centro de Hemodiálise da Santa Casa de Misericórdia do Hospital São Francisco de Assis, foram assuntos que predominaram durante toda a sessão ordinária da Câmara Municipal de Três Pontas, na noite desta segunda-feira (30), no Plenário Presidente Tancredo de Almeida Neves.

Os elogios e agradecimentos começaram pelo vereador vice presidente da Câmara, Antônio Carlos de Lima (Antônio do Lázaro), que também é presidente do PSD, partido do prefeito Marcelo Chaves Garcia.

Depois Antônio pediu a compreensão dos colegas para que eles entendam o posicionamento que ele passa a adotar a partir desta reunião. É de acordo com o vereador,  foi conversar com o gestor sobre os problemas da cidade, como as reclamações quanto ao PAM, a sujeira do Cemitério, os buracos e mato na cidade,os animais soltos nas ruas e o prefeito teria lhe respondido que isto são problemas de todas as cidades. A fala do prefeito Marcelo deixou Antônio muito triste porque ele disse que buraco, mato e animais são coisas do cotidiano e que não vão acabar. O vereador respondeu que as pessoas mudam de prefeito, porque querem melhoria e que se fosse para ficar como estava não elegeria outro.

Ele quis dizer que não adianta falar mais, pois dinheiro a prefeitura tem e de sobra, pois a última vez que verificou o superávit financeiro estava em R$54 milhões, porque tem as emendas do deputado Diego Andrade que toda semana  tem chegado para todas as áreas. Outra indignação é que a questão das estradas. Começou o período da colheita e lamentavelmente, ficou sabendo de um funcionário, que existe três patrol e três retroescavadeira quebradas e um caminhão de lixo compactador que está em uma oficina de Varginha para o conserto. Enquanto isto, na região do Morro Vermelho, Cascalho, Campestre e Pontalete, as estradas estão tão ruins que parece que os carros vão desmanchar.

Antônio alega que já cobrou do prefeito diversas vezes que não coloque caminhão caçamba ou de carroceria para fazer a coleta de lixo. Vários funcionários já machucaram por causa disso. Sem falar que acaba caindo lixo nas estradas e os fazendeiros reclamam.

Como forma de protesto, Antônio do Lázaro, anunciou que não vai votar nenhum projeto de lei que esteja na pauta de votação ou que seja incluso. “A Câmara merece um pouco mais de respeito. Todas as coisas que acontecem na Prefeitura, são autorizadas pela Câmara e os votos são todos iguais. A gente não aguenta mais”,desabafou o vice presidente do Legislativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faça seu pedido